Eleições Legislativas 2011

Junho 05 2011

Passos Coelho não arriscou triunfalismos. Festejou a vitória em tom suave. Prometeu umGoverno para "tão rápido quanto possível. E disse estar certo de que o fará com o CDS. Aos eleitores não prometeu milagres: "os resultados não virão em dois dias".

 

Não parecia um discurso de vitória. Provavelmente ciente do enorme peso que terá às costas a partir de amanhã, Pedro Passos Coelho estancou triunfalismos na noite em que o PSD voltou, nove anos depois, a ganhar uma eleições legislativas, e não escondeu que o que aí vem não é fácil. "Precisamos de paciência: os resultados não virão em dois dias".

O candidato vencedor assumiu o compromisso de "total transparência e trabalho absoluto" e reafirmou as duas prioridades que anunciou pelo país na campanha eleitoral: "pôr o país a crescer" e "não deixar os mais fracos para trás". "A única forma de defender o Estado Social é essa e nós não descansaremos enquanto não pusermos Portugal a acrescer", afirmou, garantindo que, em simultâneo, pensará "todos os dias nos que vivem situações mais difíceis".

"Os anos que aí vêm vão exigir a todos muita coragem". Passos insiste que "vai ser difícil" mas diz-se convicto de que "vai valer a pena" - "eu tenho a certeza que vai valer a pena". A forma "inequívoca" como os eleitores "expressaram, sobretudo pela votação no PSD, a sua vontade de mudança" foi sublinhada pelo líder social-democrata, que prometeu fazer desta vitória uma oportunidade "para reunir Portugal".

Para formar Governo, Passos anunciou que falará brevemente com Paulo Portas, com quem disse "ter a certeza" de se ir coligar: "Sei que dr. Paulo Portas está aberto a que PSD e CDS possam constituir Governo e tenho a certeza que é isso que acontecerá". Do PS, Passos reafirmou que não esperarão que diga hoje diferente do que disse na campanha, ou seja, que conta com o PS para assumir os compromissos que assinou com a troika e para outros "entendimentos de Estado".

Do hotel onde o PSD viveu a noite eleitoral, as largas dezenas de militantes que ali acorreram - mais povo "laranja" do que notáveis - saíram para a feste da vitória no Marquês de Pombal.  

fonte:http://aeiou.expresso.pt/

publicado por adm às 23:51

Tudo sobre as Eleições Legislativas 2011
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links
Web Stats