Eleições Legislativas 2011

Junho 05 2011

«Ora bem!». Na sede do CDS-PP, aplausos receberam o anúncio de José Sócrates de que abandona a liderança do PS. Minutos antes, as imagens do líder socialista a chegar ao Hotel Altis haviam sido vistas sob apupos.

Até às 21h30, os militantes centristas presentes na sede do Largo Adelino Amaro da Costa despenderam mais energia a apupar rivais e aplaudir as suas declarações de derrota do que a festejar os resultados do próprio partido, que, visivelmente, ficaram abaixo das suas esperanças íntimas ou declaradas.

Ao fazer a primeira avaliação das projecções eleitorais, cerca das 20h20, Pedro Mota Soares - o único dirigente que desceu dos andares superiores onde está reunido o estado-maior do partido - havia baixado a fasquia das expectativas, mencionando apenas um previsível aumento de votos e deputados. Durante a campanha, Paulo Portas havia insistentemente anunciado como única meta contabilizável o CDS-PP «ter mais votos» (corrigido para «mais deputados» nos últimos dias) do que «a CDU e o Bloco de Esquerda juntos».

fonte:http://sol.sapo.pt/

publicado por adm às 22:31
Tags:

Tudo sobre as Eleições Legislativas 2011
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links
Web Stats