Eleições Legislativas 2011

Junho 05 2011

O líder parlamentar do CDS-PP, Pedro Mota Soares, afirmou este domingo que os resultados das projecções indicam que as eleições conduziram a uma "maioria de mudança", faltando saber "qual é a força relativa de cada um dos partidos nessa maioria".

"Há hoje uma maioria de mudança em Portugal, falta saber qual é a força relativa de cada um dos partidos nessa maioria", afirmou Mota Soares, numa declaração na sede do CDS, no Largo do Caldas, em Lisboa.

O líder parlamentar democrata-cristão afirmou que há que esperar para saber se o CDS alcançou "todos os seus objetivos", desde logo "crescer" e "eleger mais deputados".

Os "resultados em certas zonas do interior do país ficaram aquém" das expectativas democratas-cristãs, mas "nas freguesias urbanas ficaram acima, nalguns casos bastante acima", adiantou Mota Soares relativamente às informações de que dispõe.

O líder da bancada do CDS começou por afirmar que, "se as projecções estiverem certas, significa que terminou o ciclo de José Sócrates", permitindo "que se vire um página democraticamente em Portugal".

"É justo que isso tenha acontecido", declarou, referindo que essa derrota "nunca esteve em risco".

Na sede do CDS, a divulgação das projecções pelos canais de televisão não provocou nenhuma manifestação por parte dos militantes presentes, que bateram palmas pela primeira vez quando a dirigente do BE Mariana Aiveca reconheceu uma "derrota da esquerda e do Bloco de Esquerda".

Os militantes bateram depois palmas ao líder parlamentar, Mota Soares.

fonte:http://www.jn.pt/

publicado por adm às 20:54
Tags:

Tudo sobre as Eleições Legislativas 2011
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links
Web Stats