Eleições Legislativas 2011

Maio 31 2011

E ao décimo dia de campanha para as legislativas de domingo, o líder do PSD começou a jogar à defesa. Pedro Passos Coelho defendeu esta terça-feira que o “factor produtividade” tenha, a prazo, maior peso nos aumentos salariais, incluindo na função pública. Mas deixou por explicar como quer fazer uma avaliação de desempenho aos funcionários públicos.

 

Com o congelamento dos salários decidido por três anos - resultado do resgate financeiro acordado com a troika da União Europeia, FMI e BCE - Passos afirma que “a produtividade deve ser um factor determinante”, a par da inflação, dado que a “degradação do poder de compra não pode deixar de se reflectir nas actualizações salariais”.

Tudo vinha a propósito de um comentário às últimas estatísticas do desemprego que atingiu um novo máximo histórico de 12,6 por cento em Abril, de acordo com o Eurostat.

Depois de uma reunião com os bombeiros, na Figueira da Foz, Passos disse que não se surpreendia com os números. “É preciso inverter esta tendência de criar um verdadeiro exército de desempregados”, disse.

Passado o congelamento, e “para o futuro, não quer dizer que a produtividade seja o único factor, mas deve ser o mais importante”, insistiu

E como fazer essa avaliação de competividade na função pública? Passos Coelho admite que não é fácil. “Não é simples, mas pode ter a certeza que há formas de medir a produtividade da Administração Pública”.

fonte:http://www.publico.pt/P

publicado por adm às 13:28

Tudo sobre as Eleições Legislativas 2011
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links
Web Stats