Eleições Legislativas 2011

Maio 30 2011

O presidente do Conselho de Administração do Centro Cultural de Belém, Mega Ferreira, e a escritora Inês Pedrosa apelaram, esta segunda-feira de manhã, ao voto no PS, durante um pequeno-almoço num hotel de Lisboa entre José Sócrates e cerca de 100 individualidades da área da Cultura.

Afirmando-se um "socialista não filiado", Mega Ferreira disse que votar no PS "é o voto óbvio e útil", sublinhando que estamos perante duas visões da sociedade: uma que respeita o princípio da solidariedade, na qual se enquadra o programa do PS; e outra "egoísta".

Inês Pedrosa manifestou-se contra aqueles que consideram a Cultura um "adereço" e criticou os partidos que pretendem acabar com o Ministério da Cultura. "É um equívoco gravíssimo, porque significa desfazer um trabalho de décadas", disse, numa alusão à intenção já manifestada pelo PSD.

A escritora reconheceu que o Governo de José Sócrates nem sempre deu prioridades à Cultura, mas destacou que fez "uma verdadeira revolução" nas áreas da Saúde, da Educação e da Segurança Social. "Pensar é acto mais violento que há", disse, citando Vergílio Ferreira. "Por isso, pensemos maduramente e votemos no PS."

José Sócrates, que interpretou o encontro como "um apoio ao PS", afirmou que o maior contributo que o seu Governo deu para a Cultura foi ter "elevado o nível de Educação dos portugueses".

Maria João Seixas, Rui Vieira Nery, Tito Paris, Carlos Mendes, Manuel Salgado e Carlos Alberto Moniz foram outras personalidades presentes.

fonte:http://www.jn.pt/

publicado por adm às 13:40
Tags:

Tudo sobre as Eleições Legislativas 2011
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links
Web Stats