Eleições Legislativas 2011

Maio 29 2011

O líder do PSD invocou, esta tarde de domingo, a situação da Grécia que pediu ajuda externa e está neste momento, a tentar renegociar a sua dívida, para dizer que "Portugal não pode falhar daqui para a frente"e considerar "indispensável" que, das próximas eleições, saia "um Governo forte e coeso".

 

"A Grécia pediu ajuda e falhou. E sabem o que é que pode acontecer? Pode não haver mais ajuda externa. Não é a Europa que pode estar em causa causa com o Euro. São os gregos que podem ficar de fora da Europa e podem sofrer o que não é justo que sofram", disse, num paralelo com o que pode vir a acontecer a Portugal, se não houver um Governo "forte e coeso".

"Nós não podemos ter um Governo que faça de conta, que minta", disse, num almoço com mais de três mil apoiantes em Penafiel, onde considerou "indispensável" o PSD ter condições para ter "um Governo forte, coeso, para que todo o país não possa falhar e Portugal tenha esperança no futuro".

"Não percam tempo com quem já sabe que fracassa, dêem força a quem pode ganhar Portugal", pediu, apelando a que, numa "altura histórica" como a que Portugal vive, os portugueses não votem num Governo que "pode deitar tudo a perder".

Antes, o cabeça de lista pelo distrito do Porto, Aguiar Branco, já tinha acusado o primeiro-ministro, José Sócrates, de ser "o homem que faz batota", recordando o mais recente caso de ter assinado um documento com a troika e apresentado outro ao PSD e ao CDS-PP. Lembrou também os 700 mil desempregados, as taxas nas cirurgias e internamentos, e as portagens nas SCUT como exemplos da "batota" de Sócrates.

"Está no sangue de José Sócrates fazer batota", disse o ex-adversário de Passos Coelho na corrida à liderança do PSD, recorrendo ao slogan de campanha do PS. "É preciso defender Portugal de José Sócrates, do primeiro-ministro que deixou Portugal na bancarrota", disse, insistindo que o que está em causa é "salvar Portugal" e apelando ao voto útil no PSD, "o único que pode impedir José Sócrates de ser primeiro-ministro".

Passos Coelho está hoje em campanha no distrito do Porto, estará esta tarde em Amarante e termina o dia com um comício e festa popular, às 18 horas, na Afurada, Vila Nova de Gaia, onde está anunciada a presença de Quim Barreiros.

fonte:http://www.jn.pt/

publicado por adm às 18:53

Tudo sobre as Eleições Legislativas 2011
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links
Web Stats