Eleições Legislativas 2011

Maio 27 2011

Embalado pelo apoio que recebeu no mercado de Olhão, o principal candidato da CDU, Jerónimo de Sousa, disse estar confiante de que a candidatura conseguirá voltar a eleger em Faro. A José Sócrates, pediu "um rasgo social", no sentido de concretizar o aumento do Salário Mínimo Nacional conforme previsto.

No final da visita ao mercado, o líder comunista recordou que o aumento para 500 euros estava, primeiro, previsto para Janeiro e, depois, foi adiado para Maio, mês que está a chegar ao fim. Isto no âmbito daquilo que foi acordado com as centrais sindicais e entidades patronais, sublinhou.

"Neste quadro tão difícil, era importante que o Governo, num rasgo social, cumprisse esse compromisso", argumentou o líder comunista, notando que "estamos a chegar ao final do mês" e o Governo ainda não cumpriu aquela que é uma "obrigação do Estado".

Jerónimo disse, ainda, esperar que "Portugal não volte a assistir à vergonha, à chaga e atentado ao direito à vida que é um trabalhador não receber ao fim do mês". O candidato referia-se aos números de 2010 da Autoridade para as Condições de Trabalho que, de acordo com o Público, detectou 16092 trabalhadores com salários em atraso. O valor em dívida ascendia a 28,4 milhões de euros.

Quanto à meta eleitoral para Faro, disse acreditar que a CDU "voltará a eleger um deputado", não só pelo facto de ter havido um aumento do número de eleitos pelo distrito, dado o crescimento da população, mas sobretudo pela forma como diz ser acolhido pela população.

fonte:http://www.jn.pt/

publicado por adm às 23:08
Tags:

Tudo sobre as Eleições Legislativas 2011
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links
Web Stats