Eleições Legislativas 2011

Maio 15 2011

O líder socialista, José Sócrates, disse hoje em Fafe que sai do Minho “revigorado e entusiasmado para lutar pela vitória” nas eleições legislativas de 5 de junho.

“Quem aqui vem percebe que o PS é o partido do povo”, afirmou, entusiasmado, às centenas de apoiantes que o ouviam em Fafe.

Sócrates, ladeado por Laurentino Dias, secretário de Estado do Desporto e presidente da assembleia municipal local, agradeceu a mobilização das localidades minhotas de Vizela, Cabeceiras de Basto e Fafe, que hoje visitou.

Motivado pelas palavras de incentivo que ouviu ao longo do dia, lembrou, em Fafe, uma velha frase de campanha dos socialistas: “Quanto mais a luta aquece mais força tem o PS”. A intervenção de Sócrates em Fafe foi semelhante às que fizera antes em Vizela e Cabeceiras de Basto, destacando-se as críticas ao PSD e ao seu líder.

Numa alusão à eventual vitória do PS nas legislativas, o secretário-geral socialista disse que a oposição, que responsabilizou pela crise política, “vai ter uma grande lição”. 

Voltando a sinalizar a “aventura” de abrir a privados o Serviço Nacional de Saúde, a escola pública e a Caixa Geral de Depósitos, o dirigente garantiu que o seu partido no Governo vai voltar a ter "uma atitude responsável" na defesa do país, “porque o PS é o partido do povo”.

“O país precisa de vencer a crise económica, mantendo o Estado social”, reafirmou.

Antes, Laurentino Dias apelou ao eleitorado para que faça justiça, dando nova vitória ao PS, porque, disse, José Sócrates “tem defendido Portugal com coragem e competência”.

O presidente da câmara municipal de Fafe, o socialista José Ribeiro considerou José Sócrates o melhor primeiro-ministro que o país já teve, elogiando o seu “sentido patriótico”.

Antes de Fafe, o secretário-geral do PS passou de manhã por Vizela e almoçou com apoiantes em Cabeceiras de Basto, dois concelhos com autarquias de maioria socialista. 

Nas duas localidades, o líder do PS foi recebido por centenas de apoiantes, num ambiente tipicamente minhoto de plena campanha eleitoral, onde não faltaram os habituais grupos de bombos.

fonte:Diário Digital/Lusa 

publicado por adm às 23:10

Tudo sobre as Eleições Legislativas 2011
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links
Web Stats