Eleições Legislativas 2011

Maio 15 2011
O presidente do CDS-PP propôs a «elaboração de um contrato social entre empregadores e trabalhadores» que ligue o crescimento dos salários ao crescimento da produtividade.

«É precisa uma aliança para bem de Portugal onde todos saibam contribuir para nos tirar deste atoleiro, e isso consegue-se com um compromisso social entre empregadores e trabalhadores e não com uma luta de classes onde ganha sempre o mais forte», frisou o líder centrista, no encerramento do VIII Congresso do CDS-PP dos Açores.

Paulo Portas afirmou «defender uma economia social de mercado» e, por isso, reivindicou que «quando o progresso de uma empresa se deve ao factor de trabalho ele deve reflectir-se no salário do trabalhador».

Na sua intervenção, defendeu que «um jovem quando sente mais vocação pelo ensino profissional em detrimento do outro mais clássico» tal não representa «um desprestígio» social.

«Pelo contrário, o país tem um mercado de trabalho que precisa de técnicos profissionais e não de tantas licenciaturas com desempregados», salientou.

A opção, segundo Portas, pela via profissional ou profissionalizante «deve acontecer mais cedo [no sistema de ensino] para que os jovens se preparem com antecedência para o mercado de trabalho e ser um futuro trabalhador ou empresário e não um desempregado».

Aos 105 congressistas regionais açorianos, o líder nacional disse que «é quase certa a eleição do líder regional, Artur Lima», para a Assembleia da República, nas eleições de 05 de Junho.

fonte:http://www.tsf.pt/

publicado por adm às 22:55

Tudo sobre as Eleições Legislativas 2011
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links
Web Stats