Eleições Legislativas 2011

Maio 12 2011

O coordenador do gabinete de estudos do PSD, Carlos Moedas, manifestou "grande preocupação" com a posição expressa pelo primeiro-ministro sobre a redução da Taxa Social Única, questionando se José Sócrates leu o programa de ajuda externa.

"Hoje tenho uma grande preocupação ao ouvir um primeiro-ministro que diz, ou pelo menos dá a entender que poderá não cumprir este acordo. Quando uma pessoa assina um acordo e que esse ponto é crucial e o nosso primeiro-ministro diz que afinal talvez não seja, deixa-nos com grande preocupação", afirmou Carlos Moedas.

Em conferência de imprensa na sede do PSD, em Lisboa, Carlos Moedas referiu-se às afirmações de José Sócrates no debate com o líder do Bloco de Esquerda, Francisco Louçã, quarta-feira à noite, na SIC.

Confrontado por Louçã com uma carta assinada pelo ministro das Finanças na qual Portugal se compromete com "uma grande redução" da Taxa Social Única (TSU), José Sócrates admitiu que o objectivo de reduzir aquela taxa está no acordo com a `troika" mas referiu que "o Governo ficou de estudar essa matéria". Para o primeiro-ministro, uma descida da TSU será "pequena" e gradual", porque não aceita transferir carga fiscal das entidades patronais para a generalidade dos contribuintes.

Questionado sobre o facto de José Sócrates ter admitido o compromisso de redução da TSU, Carlos Moedas afirmou, ironizando, que "começa a ter dúvidas" sobre se o primeiro-ministro leu o acordo. "Este senhor assina um contrato, um acordo e agora finalmente admite? (...) Será que o primeiro-ministro leu o que estava aqui escrito? Começo a ter dúvidas", disse.

Carlos Moedas frisou que o acordo diz expressamente que aquele objectivo é "crucial" e que a "medida de descida deve ser grande".

O dirigente social-democrata desafiou o Governo a clarificar qual é a meta, em termos quantitativos, para a redução da TSU, reiterando que, para o PSD, uma redução de até 4% numa legislatura permite "a criação de emprego".

fonte:http://www.jn.pt/

publicado por adm às 22:59
Tags:

Tudo sobre as Eleições Legislativas 2011
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links
Web Stats