Eleições Legislativas 2011

Maio 09 2011

O debate de 50 minutos entre Sócrates e Portas, hoje na TVI, decorreu num tom tenso, com o primeiro a exibir um semblante carregado e o segundo a mostrar um leve sorriso.

Apesar de terem trocado acusações mútuas de "mentir", os dois adversários raramente se atropelaram. O líder do CDS, embora não o dizendo abertamente quando questionado pela jornalista Judite de Sousa, reafirmou que recusará integrar um futuro Governo com o PS em que esteja José Sócrates (dado ser o responsável pelo endividamento do País).

O secretário-geral do PS, reafirmando a disponibilidade para governar com os outros partidos, repetiu várias vezes uma pergunta a que Portas não respondeu: porque é que, tendo o CDS chumbado o PEC4 aprovado pelas instâncias internacionais, agora aceita e aplaude as medidas de austeridade apresentadas pela troika.

Portas sustentou, por sua vez, que Sócrates vive numa realidade paralela, dando como exemplo a defesa do TGV que o líder do PS voltou a fazer. Este, rejeitando aquela afirmação, saudou o "regresso à realidade" do opositor.

fonte:http://www.dn.pt/

 

 

publicado por adm às 23:17

Tudo sobre as Eleições Legislativas 2011
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links
Web Stats