Eleições Legislativas 2011

Maio 08 2011

Partido quer que actividade seja aberta aos privados

 

O programa eleitoral do PSD quer maior sustentabilidade para o sistema de gestão e tratamento de resíduos e a autonomia deste subsector no Grupo Águas de Portugal, com implementação de medidas para sua abertura aos privados, avança a Lusa.

O programa para a área do ambiente propõe reformular o modelo institucional de gestão dos recursos hídricos e reorganizar o sector do abastecimento de água e saneamento de águas residuais, com prioridade para a sustentabilidade económico-financeira.

É preconizada a promoção da sustentabilidade da política e do sistema de gestão e tratamento de resíduos e a autonomização deste subsector no seio do Grupo Águas de Portugal com implementação das medidas necessárias à sua abertura aos privados.

Esta sustentabilidade será desenvolvida pela aplicação dos 3Rs: redução, reutilização e reciclagem.

No programa hoje apresentado pelo líder Pedro Passos Coelho, os sociais-democratas prometem também combater as alterações climáticas e desenvolver uma economia de baixo carbono e definir uma nova estratégia para a conservação da natureza e biodiversidade, apostando na valorização económica dos recursos naturais e dos serviços dos ecossistemas.

Caso seja governo, o PSD quer também dar um novo impulso à política e à gestão dos recursos hídricos, concretizando e implementando o planeamento hidrológico em atraso e criar um Plano Nacional de Acção para o Uso Eficiente da Água visando enfrentar a escassez e degradação dos recursos hídricos.

O partido considera necessária a revisão da fiscalidade ambiental, da Lei de Bases do Ambiente e da Lei dos Solos, juntamente com a adopção de comportamentos mais sustentáveis pelos indivíduos e pelas instituições públicas e privadas. 

Tudo isto pressupõe uma coordenação efectiva das políticas e dos interesses ambientais e de sustentabilidade nas outras políticas e estratégias sectoriais com relevante impacto nos recursos naturais e sistemas ecológicos, designadamente, as políticas para o Ordenamento do Território e Cidades, Energia, Transportes, Mar, Agricultura e Florestas.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt

publicado por adm às 23:41

Tudo sobre as Eleições Legislativas 2011
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links
Web Stats