Eleições Legislativas 2011

Março 23 2011

11 mar - Ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, anuncia novas medidas adicionais para este ano, mas também em 2012 e 2013, para atingir metas do défice, cortando custos na ordem dos 2,4 por cento do PIB na despesa e 1,3 por cento de aumento da receita.

11 mar - Comissão Europeia saúda reforço das medidas de consolidação orçamental e considera que serão «suficientes».

11 mar - Bloco de Esquerda considera que o novo pacote de austeridade é uma «descida aos infernos». Partido ecologista Os Verdes acusa Governo de insensibilidade social e humana. PCP acusa Governo de «afundar ainda mais o país». CDS-PP faz«leitura bastante crítica» do documento.

11 mar - Ministro dos Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão, vinca que o PSD é «imprescindível» para a concretização do PEC.

11 mar - Parceiros sociais manifestam-se surpreendidos com a apresentação do documento.

11 mar - Presidente da República «não foi previamente informado» sobre as novas medidas, diz fonte oficial de Belém.

12 mar - Presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, afirma que novas medidas do PEC não contarão com o voto dos sociais-democratas.

14 mar - Ministro das Finanças manifesta abertura do Governo para discutir e negociar e espera da oposição «propostas concretas».

15 mar - Em entrevista à SIC, o primeiro-ministro, José Sócrates, adverte que inviabilização do PEC abre uma crise política com consequências «terríveis» para Portugal, anuncia que se recandidata caso haja eleições legislativas antecipadas e defende que o Presidente da República não deverá permitir que as suas intervenções sejam instrumentalizadas.

17 mar - PCP anuncia projeto de resolução com medidas alternativas ao PEC 4.

18 mar - O ministro das Finanças recusa-se a responder ao socialista António Costa, que o criticou por ter feito uma das comunicações mais desastradas e desastrosas da História. O primeiro-ministro afirma que o ministro de Estado e das Finanças«cumpriu o seu dever», ao transmitir aos portugueses as linhas do PEC.

19 mar - PSD acusa Governo de mentir quanto à existência de um compromisso europeu sobre PEC. Na resposta, Governo acusa PSD de «recorrer ao insulto» e desmente compromisso final.

20 mar - CDS-PP garante que a posição do partido contra a actualização do PEC está definida.

20 mar - Sociais-democratas anunciam formalmente que votarão contra o novo PEC «em quaisquer circunstâncias».

20 mar - Conselho de Ministros aprova PEC.

21 mar - Primeiro-ministro recebe partidos para preparar o Conselho Europeu.

21 mar - PSD garante que «não deixará o país ficar numa situação pantanosa».

21 mar - O ministro dos Assuntos Parlamentares afirma que «não pode ser afastado» o cenário da demissão do Governo.

21 mar - O presidente do Eurogrupo não vê «nenhuma razão»para alterações ao PEC.

21 mar - O ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, lamenta que Governo tenha apresentado medidas sem uma discussão prévia nacional, mas devido a circunstâncias novas.

21 mar - O Governo entrega na Assembleia da República a proposta de actualização do PEC.

22 mar - Bloco de Esquerda anuncia projecto de resolução de rejeição do PEC, justificado porque proposta do Governo«contribui para empobrecer» o país e «não responde às prioridades nacionais na consolidação orçamental».

22 mar - O Presidente da República afirma que a rapidez com que a crise política evoluiu "reduziu substancialmente" a sua margem de manobra para actuar preventivamente.

22 mar - Comissão Política Nacional do PS reúne-se.

23 mar - CDS-PP apresenta recusa PEC, recomenda medidas alternativas e votará a favor das propostas de rejeição da restante oposição.

23 mar - PSD apresenta projecto de resolução com um único ponto, que rejeita o PEC.

23 mar - A bancada do PS decide, minutos antes do fim do prazo limite, não avançar com uma resolução de apoio ao PEC.

23 mar - Parlamento aprova projectos de resolução da oposição que rejeitam o PEC

23 mar - Primeiro-ministro apresenta pedido de demissão ao Presidente da República

23 mar - Presidente da República, que ainda não aceitou demissão de José Sócrates, anuncia que vai receber partidos com assento parlamentar dia 25 de Março.

fonte:Lusa/SOL

publicado por adm às 22:54
Tags:

Tudo sobre as Eleições Legislativas 2011
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links
Web Stats